Projeto “Anatomia do Filme” debate sobre o longa-metragem Fortaleza Hotel

A conversa com o diretor e os roteiristas sucede a exibição do filme no auditório da Escola

É no encontro entre duas mulheres de caminhos, fases e realidades opostas que o filme “Fortaleza Hotel” se desenrola. O longa participa da próxima edição do projeto “Anatomia do Filme” da Escola da Porto Iracema das Artes — Instituição da Secretaria da Cultura do Ceará (Secult) gerida pelo Instituto Dragão do Mar (IDM). O encontro ocorre nesta quinta-feira, 7 de abril, às 19h, no auditório da Escola e terá a presença do diretor e tutor do Lab Cena 15, Armando Praça, e dos roteiristas Isadora Rodrigues e Pedro Cândido. Antes do debate, haverá exibição do filme a partir das 17h30. As duas atividades são gratuitas e abertas ao público.

O roteiro de “Fortaleza Hotel” teve início durante a 3ª edição do Laboratório CENA 15 da Escola e foi contemplado pela Chamada Pública PRODECINE 05/2015, da Agência Nacional de Cinema (Ancine), que investiu em projetos de linguagem inovadora e relevância artística. O filme estreou em janeiro deste ano, durante a abertura da 31ª edição do Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema.

Armando Praça destaca o roteiro do “Fortaleza Hotel”, que traz mulheres protagonistas e defende que elas trazem uma complexidade maior às tramas cinematográficas. “Eu tenho interesse enorme em personagens femininas, penso que o universo feminino é mais rico para se explorar em um roteiro de filme.” Praça já havia trabalhado com personagens mulheres em curtas metragens anteriores ao “Fortaleza Hotel”.

A “Anatomia do Filme” é uma ação promovida pelo Laboratório Cena 15 e os Cursos Básicos de Audiovisual. A atividade é um momento de estímulo à reflexão sobre as decisões artísticas e técnicas tomadas durante a produção. Os criadores do produto audiovisual debatem, junto ao público, sobre sua construção, partindo do roteiro e dramaturgia às questões técnicas, como som, montagem, edição e finalização. O evento será mediado pelo coordenador do Percurso Básico de Audiovisual, Isaac Pipano.

SOBRE O FILME

A camareira Pilar conhece Shin, uma hóspede sul-coreana. Quando os planos de ambas começam a dar errado, elas acabam se aproximando e estabelecendo uma intensa relação de solidariedade, buscando encontrar uma na outra a solução para seus problemas.

SOBRE OS AUTORES

Armando Praça
Cineasta e sociólogo, se destacou com a realização do média metragem “A Mulher Biônica”, selecionado para o Festival Internacional de Curtas-Metragens de Clermont-Ferrand e também exibido na Mostra Internacional de Cinema Latino Americano em Toulouse e em outros 20 festivais. Desde 2000 atua como diretor, roteirista, pesquisador, assistente de direção, preparador e produtor de elenco. Foi roteirista da série “Bruna Surfistinha”, em fase de finalização, produzida pela TV Zero para o canal Fox. Em 2017, dirigiu seu primeiro longa metragem, “Greta”, que entrou em circuito nacional em 2019 após passar por importantes festivais como o Festival de Cinema de Berlim.

Isadora Rodrigues
Isadora Rodrigues é roteirista e pesquisadora na área de cinema e audiovisual. É graduada em jornalismo e mestre em Comunicação pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Atualmente, é doutoranda no programa de pós-graduação em comunicação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), onde desenvolve pesquisa sobre a relação do cinema com o imaginário científico

Pedro Cândido
Roteirista e Pesquisador. Mestre em Comunicação – Fotografia e Audiovisual, pela Universidade Federal do Ceará, onde desenvolveu pesquisa sobre imagem e memória. Doutorando em Comunicação pela Universidade Federal de Pernambuco – UFPE, onde desenvolve pesquisa sobre cinema contemporâneo. É roteirista do longa “Fortaleza Hotel” (2021) e de “Amores Paraguayos” (2017), em fase de finalização. Atuou ainda como professor do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal do Ceará, nas áreas de roteiro, elaboração de projetos e pesquisa.

Isaac Pipano
Isaac Pipano atua no campo do ensino, pesquisa e experimentação com imagens e sons. Doutor em Comunicação (PPGCOM UFF | Estágio Doutoral Sorbonne Nouvelle | Paris 3), é professor da UNIFOR e coordena o percurso básico de Audiovisual da Escola Porto Iracema das Artes. Em parceria com Cezar Migliorin, escreveu o livro Cinema de Brincar (2019) e dirigiu o documentário Educação (2017). Prepara a publicação de sua tese “Isso que não se vê: pistas para uma pedagogia das imagens”.

SOBRE A ESCOLA

A Porto Iracema das Artes é a escola de formação e criação em artes do Governo do Estado do Ceará, instituição da Secretaria da Cultura (Secult) gerida pelo Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há oito anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

SERVIÇO

O quê: Projeto “Anatomia do Filme” debate sobre o longa-metragem Fortaleza Hotel
Quando: 7 de abril, às 19h, no auditório da Escola. Com exibição do longa-metragem às 17h30.
Onde: Auditório da Porto Iracema das Artes (Rua Dragão do Mar, 160, Praia de Iracema)
Gratuito e aberto ao público

Assessoria de Comunicação Porto Iracema das Artes | Texto: Gabriela Moraes (estagiária), com supervisão e edição de Marina Solon (jornalista) | Publicado em 31 de março de 2022