O Grivo faz trilha sonora ao vivo para filmes de Cao Guimarães e Rivane Neuenschwander no Cinema do Dragão

 

Intitulada “Ver é uma fábula”, sessão especial será realizada no dia 31 de outubro, a partir das 19h30min, com entrada gratuita.

O grupo sonoro-visual O Grivo, formado por Marcos Moreira e Nelson Soares, realiza no próximo dia 31 de outubro uma projeção de filmes com execução de trilha sonora ao vivo para curta-metragens do diretor Cao Guimarães e da artista brasileira Rivane Neuenschwander. A ação, promovida pelo Laboratório de Artes Visuais do Porto Iracema das Artes em parceria com o Cinema do Dragão, será realizada no próprio Cinema. Intitulada “Ver é uma fábula”, a atividade acontece às 19h30min, com entrada gratuita e aberta ao público.

Na projeção, serão exibidos oito curtas-metragens: “Aula de Anatomia”, “Capibaribe”, “Concerto para Clorofila”, “Gambiarras”, “Hypnosis”, “O Inquilino”, “Peiote”, “Word World”. Em simultâneo, O Grivo realiza a execução de trilha sonora original construída ao vivo com uma série de instrumentos musicais (tradicionais e preparados), objetos sonoros e meios eletrônicos. A sessão terá duração aproximada de uma hora.

Atualmente, Marcos Moreira e Nelson Soares atuam como tutores do projeto “Zona de pressão”, de Tiago Alves e Roberto Cavalcante Borges, no Laboratório de Artes Visuais 2018, no Porto Iracema.

O GRIVO

Com engenhocas bem-humoradas e aparentemente precárias, as obras d’O Grivo priorizam a sonoridade. Os percursos sonoros que criam são, além de uma nova maneira de ouvir, uma nova maneira de ver os mecanismos de produção do som. Formado em 1990, o coletivo notabilizou‑se num primeiro momento pelas produções musicais realizadas para outros artistas, mas o grande apelo visual de suas instalações fez com que a dupla passasse a ser reconhecida pela qualidade plástica, e não apenas sonora, de suas criações. Nelson Soares e Marcos Moreira nasceram em Belo Horizonte, onde vivem e trabalham. Entre seus principais trabalhos e mostras estão: “Reinventando o mundo” (Museu Vale, Vila Velha, Brasil, 2013); “Artefatos de som” (Oi Futuro, Belo Horizonte, Brasil, 2013); “Estación experimental” (Universidad Laboral, Gijón, Espanha, 2012); “O Grivo” (Galeria Nara Roesler, São Paulo, Brasil, 2010); “O Grivo” (Museu de Arte da Pampulha, Belo Horizonte, Brasil, 2009); e “It’s raining out there” (South London Gallery, Londres, Inglaterra, 2008).

SOBRE OS CONCERTOS

Os concertos apresentam ao público as obras cinematográficas com as trilhas sonoras executadas ao vivo. Para cada filme existe uma pesquisa de possibilidades de diálogo com a trilha. As propostas são constituídas por materiais musicais distintos referentes ao timbre, à característica rítmica e também em relação às estratégias de diálogo entre os músicos. Frequentemente são criadas estruturas musicais capazes de forjar ambientes que tenham relações analógicas com a realidade: cidade, campo, fábrica, parque, etc. A instrumentação utilizada para a execução musical é muito variada. São utilizados uma série de instrumentos tradicionais (percussão, sopros, cordas), vários objetos do cotidiano que produzem som, além de instrumentos eletrônicos.

LISTA DE FILMES

Aula de Anatomia (2003, 5’00”, Direção, Fotografia e Edição: Cao Guimarães)

Capibaribe (2003, 8’00”, Direção: Cao Guimarães)

Concerto para Clorofila (2004,  7’25”, Direção e Fotografia: Cao Guimarães)

Gambiarras (2014, 4’30”, Direção, Fotografia e Edição: Cao Guimarães)

Hypnosis (2001, 7’30”, Direção, Fotografia e Edição: Cao Guimarães)

O Inquilino (2010, 10’34”, Direção: Cao Guimarães e Rivane Neuenschwander)

Peiote (2007, 4’00”, Direção, fotografia e edição: Cao Guimarães)

Word World (2001,  8’00”, Direção: Cao Guimarães e Rivane Neuenschwander)

 

SERVIÇO

O que: “O Grivo faz trilha sonora ao vivo para filmes de Cao Guimarães e Rivane Neuenschwander no Cinema do Dragão”

Quando: Quarta-feira, 31 de outubro, às 19h30min

Onde: Cinema do Dragão (R. Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema)

GRATUITO

 

 

Assessoria de Comunicação do Porto Iracema das Artes | Myke Guilherme

Publicado em: 23/10/2018