No aniversário da cidade, Porto Iracema das Artes recebe lançamento do projeto Fortaleza em Música

Projeto lança aplicativo e livro ilustrado que trazem canções sobre diversos espaços de Fortaleza

Para celebrar os 296 anos de Fortaleza, a Escola Porto Iracema das Artes – Instituição da Secretaria da Cultura do Ceará (Secult), gerida pelo Instituto Dragão do Mar (IDM), recebe o Projeto “Fortaleza em Música”, que lançou um aplicativo e um livro ilustrado (álbum de figurinhas) recheados de canções relacionadas a diversos locais da cidade como bairros, ruas, praças e praias. O projeto, uma cartografia musical de Fortaleza, foi realizado pelo Grupo de Imagem, Consumo e Experiência Urbana (GICEU), vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Comunicação do Instituto de Cultura e Arte (ICA) da Universidade Federal do Ceará (UFC), tendo à frente a professora Silvia Belmino, coordenadora do Giceu, que estará  no evento juntamente com a jornalista Thaís Aragão e o publicitário Vitor Alves, que também fazem parte do projeto. A mediação é de Mona Gadelha. A atividade ocorre nesta terça-feira, 12 de abril, no auditório da Escola às 17h. A entrada é gratuita.

Foram catalogadas 200 músicas de 92 artistas em um trabalho que inclui ainda 38 entrevistas com compositores e compositoras e que segundo Silvia Belmino, deverá continuar agregando mais obras. Há composições de artistas como Ednardo, Fagner, Falcão, Alípio Martins, Angela Linhares, Mona Gadelha, Aparecida Silvino, Mumu, Lidia Maria, Rebeca Câmara e Rodger Rogério numa extensa lista de autores e autoras.

O Fortaleza em Música localiza no mapa as composições que abordam a cidade, reunindo informações sobre as músicas, os artistas e os espaços retratados. O aplicativo está disponível aos usuários de Android com acesso gratuito. Silvia Belmino e grupo convidam as pessoas para passear por Fortaleza e descobrir a cidade por meio das músicas. Haverá distribuição do álbum de figurinhas no dia do evento.

Com o livro ilustrado Fortaleza em Música, o leitor visitará diversos pontos da cidade apenas ao abrir um pacotinho. São 50 páginas reunindo fotografias e pequenas ilustrações, além de informações sobre as músicas, letras, seus autores e os espaços cantados da cidade. O livro foi impresso em formato A4 e as figurinhas têm dimensões 5×7 centímetros. “Fortaleza de Nossa Senhora da Assunção é um lugar de encontros, de vários amores e encantos, mas também de desilusões, desigualdade e violência. Muitas versões da cidade e de seus contrastes ganham forma nas artes, como na música popular. São cenas que se confundem com aquelas que vivenciamos, modificando nossas experiências de cidade, povoando nosso imaginário e sendo apropriadas de diversas maneiras ao cotidiano”, diz a apresentação do projeto em texto de Silvia Belmino e Fábio Marques.

FICHA TÉCNICA DO ÁLBUM ILUSTRADO

Pesquisadores: Fábio Marques e Robson Braga; Design e Conteúdo: João Gabriel Santos; Conteúdo e Fotografia: Vitor Alves; Revisão Final: Sílvia Belmino, Fábio Marques e Robson Braga.

SOBRE OS PARTICIPANTES

Sílvia Helena Belmino é vice-coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e professora do Curso de Comunicação – Publicidade e Propaganda do Instituto de Cultura e Arte (ICA/UFC). Doutora em Comunicação pela Universidade de Brasília (UnB) e Pós-doutora pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Coordena o grupo de pesquisa Imagem, Consumo e Experiência Urbana em produtos e em processos de comunicação (Giceu). Publicou os livros: Sinta na pele esta magia: a propaganda turística do Ceará (1987-1994) e Intercidades: consumo e imaginários urbanos( organização).

Thaís Amorim Aragão é jornalista graduada na Universidade Federal do Ceará, é mestre em Planejamento Urbano e Regional (UFRGS, 2012) e doutora em Comunicação (UNISINOS, 2018), com estágio doutoral na Escola de Mídias, Artes e Design da Universidade de Westminster, Londres. É produtora cultural da UFC, onde produz os programas Música Erudita e Zumbi, transmitidos pela Rádio Universitária FM 107,9.

Vitor Alves é publicitário formado pela Universidade Federal do Ceará. Foi um dos idealizadores do álbum de figurinhas Fortaleza em Música. Atualmente é profissional de marketing do ramo de construção civil, também atua como fotógrafo e designer.

SOBRE A ESCOLA

A Porto Iracema das Artes é a escola de formação e criação em artes do Governo do Estado do Ceará, instituição da Secretaria da Cultura (Secult) gerida pelo Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há oito anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

SERVIÇO

O quê: Lançamento do Projeto “Fortaleza em Música”, com aplicativo e livro ilustrado
Quando: 12 de abril, às 17h, no auditório da Escola
Onde: Auditório da Porto Iracema das Artes (Rua Dragão do Mar, 160, Praia de Iracema)
Gratuito e aberto ao público

Assessoria de Comunicação Porto Iracema das Artes | Texto: Mona Gadelha com edição de Marina Solon (jornalista) | Publicado em 08 de abril de 2022