Laboratório de Teatro da Escola Porto Iracema das Artes realiza a apresentação “Excavatio” no Cariri cearense

A atividade traça diálogos com o espectador trabalhando a relação entre corpo, espaço e som

A Escola Porto Iracema das Artes, instituição da Secretaria da Cultura do Ceará (Secult), gerida pelo Instituto Dragão do Mar (IDM), realiza a ação “Excavatio”, dentro das Rotas de Criação. A atividade, que ocorre no Cariri, nesta sexta-feira, 6 de maio, às 17h, se configura como um momento de partilha pública dos processos criativos desenvolvidos nos Laboratórios de Criação da Porto Iracema. O encontro ocorre no Terreiro Arte e Tradição – Sítio Santo Antônio, em Arajara, no Cariri, é gratuito e aberto ao público.

O encontro foi pensado pelo projeto “Incêndios da Alma: sobre mulheres devotas de si”, participante da atual edição do Laboratório de Teatro, e trata da apresentação de uma célula cênico-performativa desenvolvida durante os primeiros meses de estudos da pesquisa realizada pelo grupo. A composição da performance possibilita que diálogos sejam traçados com o espectador a partir de evocações poéticas emergidas da fusão do corpo-espaço-som, além de sublinhar as dimensões do signo/significado na performance preta, com recortes da região do Cariri Cearense.

O coordenador do Laboratório de Teatro, Levy Mota, explica que Excavatio é a primeira abertura pública do processo de pesquisa de Incêndios da Alma. A cena ocorrerá no Terreiro Arte e Tradição, que é o próprio espaço de criação do projeto e residência de uma das integrantes. “Acredito que será uma partilha valiosíssima, não apenas pela importante temática do projeto – as múltiplas violências que sofre a mulher negra – mas também pelo lugar onde acontecerá, pela experiência do deslocamento, por estar naquele território e tornar-se parte de uma ação coletiva”, conclui.

SOBRE O PROJETO “INCÊNDIOS DA ALMA: SOBRE MULHERES DEVOTAS DE SI”

Tendo como perspectiva o teatro performativo, propomos uma investigação nos ciclos de vida-morte-vida da mulher negra durante sua existência em um mundo estruturalmente sexista/racista. Abordar esse tema corresponde ao impacto do sistema na subjetividade feminina até os dias atuais. Temos como circunstâncias desviantes e caminho de fuga os Ritos, as Danças, os Rezos. A pesquisa pretende atear fogo em um corpo negro feminino colonizado e ir à busca de outro corpo que caiba em uma nova percepção de existência.

Artistas: Suzana Carneiro de Souza, Alda Maria e Mestra Socorro Alexandre
Tutora: Sanara Rocha (BA)

SOBRE A ESCOLA

A Porto Iracema das Artes é a escola de formação e criação em artes do Governo do Estado do Ceará, instituição da Secretaria da Cultura (Secult) gerida pelo Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há oito anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

SERVIÇO

O quê: Laboratório de Teatro da Escola Porto Iracema das Artes realiza a apresentação “Excavatio”, no Cariri cearense
Quando: sexta-feira, 6 de maio, às 17h,
Onde: Terreiro Arte e Tradição – Sítio Santo Antônio, em Arajara, no Cariri
Gratuito e aberto ao público

Assessoria de Comunicação Porto Iracema das Artes | Texto: Gabriela Moraes (estagiária) com supervisão e edição de Marina Solon (jornalista)| Publicado em 29 de abril de 2022.