Porto Iracema das Artes realiza evento que une dança e teatro na Aldeia Lagoa Encantada, território Jenipapo-Kanindé, em Aquiraz

A atividade ocorre no âmbito das Amarrações Estéticas, um momento de consolidação dos projetos e partilha com o público

Dando início à programação de maio, a Escola Porto Iracema das Artes — instituição da Secretaria da Cultura do Ceará (Secult), gerida pelo Instituto Dragão do Mar (IDM), realiza mais uma edição das Rotas de Criação, desta vez no âmbito das Amarrações Estéticas. A atividade ocorre na segunda-feira, 2 maio, com programação de 10h às 17h, na Aldeia Lagoa Encantada, território Jenipapo-Kanindé, no município de Aquiraz.

As Rotas de Criação são o momento em que os projetos partilham com o público um pouco dos processos criativos desenvolvidos ao longo das esferas formativas da Escola. Já nas Amarrações Estéticas os atos criativos são consolidados e o objetivo consiste em promover conexões e diálogos entre os projetos e seus integrantes e, sobretudo, entre as linguagens artísticas trabalhadas nos Laboratórios de Criação.

“Aninhamento” foi o nome escolhido para a Amarração Estética entre os projetos “Corporificar”, do Laboratório de Dança e “Solo Fértil”, do Laboratório de Teatro, que se apresentam na Aldeia Lagoa Encantada. A atividade se estabelece enquanto uma uma relação poética, estética, ética e política entre as pesquisas das artistas proponentes dos projetos, Rafaela Lima e Marina Brito.

A primeira atividade do Aninhamento é a roda de conversa “Corpo, rito e memória: saberes e práticas ancestrais de mulheres indígenas”, com as mulheres da aldeia. Em seguida, haverá uma partilha pública dos processos de criação dos dois projetos, sendo o primeiro deles o “Corporificar: Danças e Ritos Femininos Tremembé”, que evoca para a cena da dança cearense, corporeidades etnográficas imersas nos Ritos indígenas Feminino Tremembé da Barra do Mundaú-Ceará. O projeto traça a corporificação de danças e ritos femininos Tremembé sob uma perspectiva dissidente que corporifica a sabedoria ancestral feminina e reconhece identidades e encantarias originárias. A segunda apresentação é “Pega no mato a dente de cachorro”, que faz parte do projeto “Solo Fértil – mulheres do meu interior”. Será feito um experimento de cena que aborda a captura e violação que mulheres negras e indígenas sofreram no processo de colonização e como isso se reflete hoje na resistência cultural de saberes e práticas ancestrais dessas mulheres. O segundo ato da atividade tem sequência com a apresentação de vídeo da pesquisa de campo com mulheres mestras de cultura popular, menzinheiras e rezadeiras do Cariri Cearense.

SOBRE OS PROJETOS

Corporificar
O projeto “Corporificar” investiga corporeidades etnográficas imersas nos ritos indígenas femininos, sobretudo, nos ritos indígenas da Aldeia Tremembé da Barra do Mundaú-CE, evocando o Sagrado Feminino raiz.
Artistas: Rafaela Lima, Lauriane Tremembé e Herê Aquino
Tutora: Rosângela Colares (PA)

Solo Fértil

O projeto propõe-se a investigar a corpografia de mulheres que detém sabedorias ancestrais na festa e na cura, por meio de suas práticas artísticas e espirituais nas manifestações populares do Cariri, para criar uma dramaturgia da memória num experimento de teatro-dança.
Artistas: Marina Brito, Letícia Marram e Andrea Bardawil
Tutoras: Zahy Guajajara (MA)/ Kay Sara (AP)

SOBRE AS AMARRAÇÕES ESTÉTICAS

Com o objetivo de promover conexões entre os processos criativos desenvolvidos nos Laboratórios de Criação, o Amarrações Estéticas – como sugere o próprio nome – coloca-se na perspectiva de consolidar os atos criativos, através de amarrações construídas a partir de diálogos entre os projetos em desenvolvimento nos laboratórios. O Amarrações Estéticas articula-se em torno de eixos temáticos, definidos a partir dos interesses comuns entre os projetos.
A Porto Iracema das Artes trabalha com o imaginário do mar, em seus processos de construção do conhecimento. O Amarrações Estéticas também busca inspiração no repertório simbólico da cultura marítima. “Amarração” é o ato que consolida a atracação das navegações no cais dos portos e dar firmeza aos “nós” da rede de pesca. Portanto, uma metáfora que expressa os objetivos do programa, no sentido de atar os diálogos transdisciplinares das nossas práticas.

SOBRE A ESCOLA

A Porto Iracema das Artes é a escola de formação e criação em artes do Governo do Estado do Ceará, instituição da Secretaria da Cultura (Secult) gerida pelo Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há oito anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

SERVIÇO

O quê: Porto Iracema das Artes realiza evento que une dança e teatro na Aldeia Lagoa Encantada, território Jenipapo-Kanindé, em Aquiraz;
Quando: Segunda-feira, 2 de maio, das 10h às 17h;
Onde: Aldeia Lagoa Encantada, território Jenipapo-Kanindé, no município de Aquiraz.
Gratuito e aberto ao público

Assessoria de Comunicação Porto Iracema das Artes | Texto: Gabriela Moraes (estagiária) com supervisão e edição de Marina Solon (jornalista)| Publicado em 29 de abril de 2022