Escola de Formação e Criação do Ceará

O objetivo desta convocatória é selecionar 6  projetos de longa-metragem de ficção (4 do Ceará, 1 do Nordeste, 1 Nacional) para serem desenvolvidos no Lab Cena 15 – Cinema, no âmbito dos Laboratórios de Criação da Escola Porto Iracema das Artes, ao longo de 7 meses, com tutorias mensais e acompanhamento semanal de consultorias, além de oficinas, aulas abertas e outras atividades formativas.

Pessoas com mais de 18 anos e que comprovem residência por pelo menos 2 anos no Ceará (para a modalidade Ceará), em um  estado da região Nordeste (para a modalidade Nordeste) ou em outro estado das demais regiões do país (para a modalidade Nacional).

Após ler o regulamento com atenção, você poderá fazer sua inscrição diretamente no formulário acessando o link https://forms.gle/snGX9dHJrm56f3wk7

O prazo para as inscrições é dia 31 de maio de 2023.

O Laboratório CENA 15 – Cinema tem como objetivo desenvolver a escrita dramatúrgica, com foco na dramaturgia clássica, da ideia inicial ao roteiro, de filmes de longa-metragem de ficção, abordando aspectos da narrativa cinematográfica, como: pesquisa, estrutura dramática, trama e subtrama, criação de personagens, construção de diálogos, formatação de roteiros, além de outros tópicos que tangenciam a criação de histórias para o cinema e audiovisual.

O Laboratório Cena 15 inicia em agosto de 2023 e termina em fevereiro de 2024.

Sim. Todas as pessoas formalmente matriculadas no Laboratório recebem uma ajuda de custo ou bolsa no valor de  R$1.000,00 (hum mil reais) por mês ao longo dos 7 meses de desenvolvimento de seus projetos, mediante a participação nas atividades do Laboratório e a entrega de um relatório mensal chamado Diário de Bordo. Estas bolsas são destinadas às necessidades específicas do projeto. 

As atividades do Laboratório serão híbridas. A maior parte das tutorias, oficinas e atividades formativas se dará de forma virtual, porém há a possibilidade de alguns encontros serem presenciais.

Roteiristas das modalidades Nacional e Nordeste, residentes fora do Ceará, ou aqueles residentes no interior do Ceará (com exceção da região metropolitana), que estejam oficialmente matriculados nos Laboratórios de Criação, terão o transporte e hospedagem custeados pela Escola Porto Iracema das Artes no caso de atividades presenciais em Fortaleza.

A carga horária de atividades formativas, incluindo o tempo dedicado à escrita dos exercícios de roteiro, é de, aproximadamente, 40 horas mensais, podendo ultrapassar esse montante caso a dinâmica do processo formativo demande tempo excedente. 

 

As tutorias acontecem uma vez por mês, ao longo de uma semana, em geral de 9h00 às 13h30. A turma participa coletivamente de todas as tutorias. Além disso, oferecemos ao menos 3 oficinas formativas ao longo dos 7 meses, cada uma com carga horária entre 12 e 20 horas/aula. Entre uma tutoria e outra, programamos encontros individuais com os projetos para consultorias de acompanhamento, com duração aproximada de 2 horas. 

O Laboratório acontece com 4 tutores que se revezam para estar nas tutorias mensais e 2 consultores que acompanham semanalmente o desenvolvimento dos projetos. Esses profissionais são definidos pela equipe do Lab Cena 15. Atualmente, as tutorias são conduzidas por Armando Praça, Jaqueline Souza, Murilo Hauser e Nina Kopko. Já as consultorias são feitas por Luciana Vieira e Pablo Arellano.

As 3 modalidades participam de maneira semelhante no Laboratório, porém, na modalidade Ceará, cada projeto deve ser composto por dois roteiristas, o proponente e o colaborador. 

A pessoa proponente é quem apresenta o projeto e quem responde formalmente pelo projeto junto à Escola Porto Iracema das Artes / IDM. Colaborador é a pessoa que integra o projeto e participa junto ao proponente de todas as tutorias, oficinas e etapas de criação e desenvolvimento, estabelecendo uma parceria criativa que pode variar conforme a dinâmica de cada proposta.

Não, na modalidade Ceará tanto proponentes quanto colaboradores devem ser residentes do estado do Ceará há no mínimo 2 anos.

Sim, porém o colaborador não recebe apoio financeiro. É um(uma) colaborador informal, e poderá participar de todas as tutorias, oficinas e atividades formativas. Os custos de transporte e hospedagem para eventuais atividades presenciais também são de sua responsabilidade.

No caso da modalidade Ceará, o colaborador pode ser apresentado no ato da inscrição ou a partir da 3ª Etapa (Avaliação Final), quando deverá, obrigatoriamente, participar da entrevista e das provas de habilidade em dramaturgia e conhecimentos gerais. No caso das demais modalidades, como não há obrigatoriedade de colaborador, é opcional se participam ou não do processo seletivo. 

Não. Você pode inscrever apenas 1 projeto como proponente, mas pode estar como colaborador em outro projeto. Porém, se ambos passarem para a 3ª Etapa da seleção (Avaliação Final), você seguirá com o projeto em que é proponente e o outro projeto deverá apresentar outro colaborador.

Sim, você pode se inscrever como proponente em até duas linguagens diferentes, porém, caso passe para a 3ª Etapa da seleção (Avaliação Final) com ambos os projetos, deverá escolher apenas um dos projetos para seguir na seleção.

Sim, porém caso os 2 projetos sejam selecionados para os Laboratórios de Criação você poderá receber apenas uma ajuda de custo.

Sim, desde que não tenha participado como proponente ou colaborador das duas últimas edições dos Laboratórios de Criação (2021 e 2022) ou da 1ª edição do Programa Cena 15 – Série de Ficção, formalmente matriculados ou não.

Não, você não pode ser contemplado simultaneamente em mais de um laboratório de equipamentos vinculados à Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, como os Laboratórios de Pesquisa do Centro Cultural Bom Jardim, da Escola de Gastronomia Ivens Dias Branco, dentre outros equipamentos vinculados à Secult – CE.

Você precisará preencher o formulário que está no site da Escola Porto Iracema das Artes e apresentar a seguinte documentação:

 

  • Sinopse curta
  • História do Filme (argumento)
  • Personagens (até 4 personagens principais)
  • Pesquisa de universo
  • Carta de intenções
  • Currículos dos(das) roteiristas proponentes e, no caso da modalidade Ceará,  dos colaboradores também. 
  • Links de trabalhos realizados
  • Comprovação de experiência
  • Comprovantes de residência

 

Para maiores detalhes sobre cada item, leia com atenção o regulamento. 

Caso você não tenha algum comprovante de residência em seu nome, você pode pedir para a pessoa com quem reside, e que tenha comprovante de residência em nome dela, enviar junto ao comprovante uma declaração de residência por terceiros (modelos de declaração atual e retroativa estão disponíveis nos anexos 1 e 2 desta convocatória). Caso isso não seja possível, você pode assinar uma autodeclaração de residência (modelos de autodeclaração de residência atual e retroativa estão  disponíveis nos anexos 3 e 4 desta convocatória).

Comprovam residência contas de água, luz, telefone, entre outras, ou comprovantes de matrícula em cursos regulares, desde que constem o endereço, a data e o nome da pessoa.

Para comprovar sua experiência profissional em cinema e audiovisual, você pode reunir matérias publicadas em jornais, revistas, blogs e sites sobre trabalhos realizados anteriormente, desde que contenham as datas da realização; diploma de graduação ou declaração de matrícula atual; diploma de pós-graduação ou declaração de matrícula atual, certificados, declarações de participação em produções por parte das empresas produtoras, catálogos de festivais ou mostras etc.  Todos os itens devem ser enviados por meio de links de acesso liberado.

Sim, 50% das vagas da modalidade Ceará estão reservadas para proponentes autodeclaradas pessoas pretas, pardas, indígenas, quilombolas, não binárias, travestis, transexuais, transgêneres e pessoas com deficiência.

 

Além disso, 50% das vagas da modalidade Ceará são reservadas para proponentes residentes no interior do estado (incluindo região metropolitana). 

O processo seletivo é dividido em três etapas:

1ª ETAPA – Análise de Documentos: consiste na verificação de toda a documentação solicitada no regulamento para a inscrição e habilitação dos projetos. 

 

2ª ETAPA – Análise Técnica: uma comissão de seleção indicada pela Escola Porto Iracema das Artes avalia os projetos e atribui uma nota a cada um, de acordo com os critérios que constam no regulamento. Os 14 projetos mais bem pontuados na modalidade Ceará, os 5 mais bem pontuados na modalidades Nordeste e os 5 mais bem pontuados na modalidade Nacional passam para a 3ª Etapa. Ao todo são até 24 projetos que passam para a 3ª Etapa. 

 

3ª ETAPA – Avaliação Final: A equipe do Cena 15 entrará em contato para marcar os dias e horários em que proponentes e colaboradores – no caso da modalidade Ceará –  realizarão as seguintes atividades:

 

  1. Teste de Habilidades Básicas em Dramaturgia – exercício escrito onde o roteirista deverá desenvolver uma narrativa a partir de proposta fornecida pela Porto Iracema das Artes;
  2. Análise de Repertório Geral – exercício escrito onde o roteirista deverá discorrer sobre suas referências artísticas e conhecimentos gerais, a partir de proposta fornecida pela Porto Iracema das Artes;
  3. Encontros Individuais – conversa com cada um dos projetos convocados para a 3ª Etapa – Avaliação Final, em dia e horários predeterminados pela escola Porto Iracema das Artes.



A Nota Final do projeto será calculada por média aritmética, através da soma das pontuações obtidas na 2ª Etapa – Avaliação Técnica e na 3ª Etapa – Avaliação Final.

 Na  2ª Etapa, os projetos serão avaliados de acordo com os seguintes critérios:

  1. Consistência artística – 0 a 10 pontos – peso 5. Serão analisadas a coerência e a relevância da proposta de roteiro, a capacidade de criação e invenção, o domínio do tema e do universo de pesquisa, a construção das personagens, assim como o estado atual de desenvolvimento e elaboração da história;
  2. Articulação das ideias – 0 a 10 pontos – peso 2,5. Serão observadas a capacidade de exposição e organização das ideias centrais do projeto;
  1. Trajetória artística dos roteiristas – 0 a 10 pontos – peso 2,5. Serão observados os currículos, a filmografia e a experiência dos roteiristas proponentes em Cinema e Audiovisual. A pontuação desse item se dará a partir dos critérios abaixo:     



Na 3ª Etapa, a comissão atribui uma nota a cada projeto de acordo com os seguintes critérios e pontuações:

  1.  Argumentação – 0 a 10 – peso 7: Serão observadas a conexão entre as ideias apresentadas no projeto escrito e a apresentação oral, a viabilidade de desenvolvimento do projeto de acordo com a dinâmica do Laboratório, bem como a capacidade de responder às questões e dúvidas levantadas pela Comissão de Avaliação;
  2. Articulação de ideias – 0 a 10 – peso 3: Serão analisadas a capacidade de escrita no teste de habilidades básicas em dramaturgia, as referências audiovisuais e a relação com o campo das artes de maneira ampla.

A trajetória artística do roteirista proponente será avaliada de forma objetiva a partir dos seguintes critérios:


  • o roteirista proponente possui, no mínimo, 3 (três) anos de atividades realizadas na área do audiovisual, tais com atividades formativas cursadas; atividades formativas ministradas; participação em produções audiovisuais, festivais, mercados e premiações; aprovações em editais públicos, entre outras realizações no campo do audiovisual. 1,5 (um e meio) pontos; 

 

  • o roteirista proponente escreveu ou dirigiu ao menos 1 (um) curta-metragem que tenha sido exibido em festivais, mostras, salas de cinema, cineclubes, TV ou lançado comercialmente. 1,5 (um e meio) pontos;

 

  • o roteirista proponente escreveu ou dirigiu ao menos 1 (um) longa-metragem.  3,5 (três e meio) pontos

 

  • o roteirista proponente possui graduação completa ou em andamento nas áreas de cinema e audiovisual. 2 (dois) pontos

 

  • o roteirista proponente possui pós-graduação completa ou em andamento nas áreas de artes ou humanidades. 1,5 (um e meio) ponto.

Sim. Nas Etapas 2 e 3, serão atribuídas notas entre 0,0 (zero) e 100 (cem) sendo 50 (cinquenta) a nota mínima para classificação.

O resultado final será divulgado no dia 7 de agosto de 2023 pelas redes sociais e site da Escola Porto Iracema das Artes.

Você deve ficar atento ao cronograma do processo seletivo que está no final do regulamento e acompanhar as redes sociais e o site da Escola Porto Iracema das Artes. É responsabilidade dos(das) proponentes acompanhar a divulgação dos resultados. 

Caso você não esteja de acordo com o resultado ou identifique algum erro, você poderá enviar um recurso no prazo de até 2 dias após a divulgação do resultado preliminar de cada etapa. O modelo do recurso é o anexo 5 e está disponível tanto no site da Escola como no formulário de inscrição. O recurso deverá ser enviado para o email: recursoslabs.portoiracema@idm.org.br. Vale lembrar que a decisão do júri em relação ao mérito artístico dos projetos é soberana e sobre esta não caberá recurso.

As pessoas selecionadas para o Lab Cena 15 serão convidadas a efetuar suas matrículas no período de 15 a 18 de agosto de 2023 e assinar o Termo de Compromisso. Neste mesmo período iniciamos o LABX, atividade inaugural dos Laboratórios de Criação na qual todos os projetos dos cinco Laboratórios apresentam brevemente suas pesquisas. 

Em caso de dúvidas sobre o processo seletivo do Lab Cena 15, você pode escrever para cena15.portoiracema@idm.org.br