Curso Básico de Artes Cênicas estreia peça-filme Tempo de (Re)volta no Cineteatro São Luiz

Encenado pela artista Pedra Silva, a apresentação será dia 28 de abril, quinta-feira, às 19h

O Curso Básico de Artes Cênicas da Escola Porto Iracema das Artes — instituição da Secretaria da Cultura do Ceará (Secult), gerida pelo Instituto Dragão do Mar (IDM), realiza, no âmbito do Preamar de Artes Cênicas, o lançamento do primeiro corte da peça-filme Tempo de (Re)volta. A apresentação, gratuita e aberta ao público, será no Cineteatro São Luiz na quinta-feira, 28 de abril, quinta-feira, às 19h.

Além do espetáculo haverá ainda um bate-papo sobre o processo de montagem com participação da turma do Preamar de Artes Cênicas 2021.

A peça-filme Tempo de (Re)volta tem participação da professora e encenadora Pedra Silva (Coletiva NEGRADA) e foi produzida junto da Turma do Preamar de Artes Cênicas 2021. A obra propõe debates sobre o sonho de reparação de mundos roubados dos ancestrais, tratando-se de assombrar a Casa-Grande como estratégia de destruir o sono colonial.

“E se neste sonho fosse possível produzir cura para nossas memórias?” Esta é umas das perguntas norteadoras da peça-filme. Os mundos, as memórias e encruzilhadas, a madrugada iluminada são elementos que atravessam as narrativas do espetáculo. A fundamentação cênica e projeto de encenação de Tempo de (Re)volta foi elaborada a partir do conceito Escrevivência da professora e escritora Conceição Evaristo e por meio do depoimento e da autorrepresentação, ferramentas fundamentais para o Teatro Hip-Hop.

Pedra Silva ressalta que o teatro quando expandido por meio da ancestralidade é um produtor de imaginários emancipatórios. “Em Tempo de (Re)volta buscamos reparar narrativas que foram subalternizadas pela colonização e disputar territórios midiáticos, gestuais e éticos cristalizados pela história única. Que possamos ter a ciência de andar para trás quando não soubermos mais para onde irmos. Que as memórias de nossas avós sejam festejadas como um sonho junino, no festejo e na fogueira, reaquecendo o que foi saqueado”, afirma.

A coordenadora do curso básico em Artes Cênicas, Maíra Abreu, pontua que a exibição do Tempo de (Re)volta firma a passagem das/dos/es estudantes pela escola e significa a fixação de um trabalho ancestral alimentado pela história de cada pessoa que viveu o processo, que ainda o vive e que ainda o sente. “É a abertura de novos caminhos artísticos para cada estudante muito pautado pela troca de saberes, aprendizagem e ressignificação do processo artísticos das mais diversas formas”, conclui.

 

SOBRE PEDRA SILVA

É uma travesti, macumbeira, artista, arte-educadora e pesquisadora das encruzilhadas. Filha Espiritual do Abassá de Omolu e Ilê Iansã. Transita entre as artes da corpa, os estudos das aparições e a expansão da presença. Guia de Travessia do Percurso Básico de Teatro Negro (PBTN). Coordenadora da Res. Art. Memórias Negre-Natives. Graduanda da Lic. em Teatro do IFCE e integrante da Coletiva NEGRADA.

SOBRE A ESCOLA

A Porto Iracema das Artes é a escola de formação e criação do Governo do Ceará, instituição da Secretaria da Cultura (Secult) gerida pelo Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há oito anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

SERVIÇO

O quê: Estreia do primeiro corte da peça-filme Tempo de (Re)volta + bate-papo sobre o processo de montagem com turma do Preamar de Artes Cênicas 2021

Quando: 28 de abril, quinta-feira, às 19h

Onde: Cineteatro São Luiz (Rua Major Facundo, 500 – Centro)

Gratuito e aberto ao público

Assessoria de Comunicação Porto Iracema das Artes | Texto: Alessandro Fernandes (estagiário), com supervisão e edição de Marina Solon (jornalista) | Publicado em 25 de abril de 2022.