Anatomia da série debate produção cearense “Meninas do Benfica” na Porto Iracema das Artes

A proposta é que os interessados possam olhar, ouvir e debater atentamente sobre a concepção da série junto às diretoras Roberta Marques e Luciana Vieira, o produtor executivo Maurício Macêdo e a atriz Larissa Goes

 

Iniciada no último dia 2 de março no canal Brasil, a série cearense “Meninas do Benfica” é o próximo produto audiovisual a participar do projeto “Anatomia da série” da Escola da Porto Iracema das Artes — Instituição da Secretaria da Cultura do Ceará (Secult) gerida pelo Instituto Dragão do Mar (IDM). A atividade ocorre no dia 22 de março, terça-feira, às 19h, no auditório da Porto.

O projeto “Anatomia da Série”, que conta com a participação de criadores e membros da equipe de produção das obras, visa estimular as pessoas a uma reflexão em torno das decisões artísticas tomadas durante a produção a partir das escolhas documentais e de materiais para a criação. Além disso, é também um momento de olhar e escuta atenta ao filme, debatendo sua concepção de forma global, do roteiro e dramaturgia às questões técnicas e formais, como fotografia, desenho de som e montagem.

Nesta edição vão participar da conversa a criadora e diretora geral, Roberta Marques, Luciana Vieira, diretora de episódio e Maurício Macêdo, produtor executivo do produto e a atriz Larissa Goes. A série, ambientada em Fortaleza, em um cenário vivido em junho de 2013, conta a história de quatro amigas recém-formadas em Comunicação Social que, contagiadas pelas “Jornadas de Junho”, vão às ruas. Tomadas por uma nova consciência política, as amigas se veem diante de grandes dilemas existenciais e da emergência em amadurecer.

Roberta Marques, diretora geral, explica que “Meninas do Benfica” é uma série que foca no protagonismo feminino, na frente e atrás das câmeras. “Esse olhar, o female gaze, não pode ser mais apagado, deletado, excluído. Muito pelo contrário, estamos aqui para ocupar os espaços com nossas ideias, filmes e séries. Meninas do Benfica é o que chamo de ‘equatorial feminino’, um nordeste bem diferente!”, diz. Outro destaque da série é a trilha sonora, com supervisão musical de Mona Gadelha, coordenadora do Lab Música, com faixas de artistas cearenses, como os ex-labs Lua/Rosabeats, Arquelano, Soledad, Luiza Nobel e Clau Aniz.

Sobre os convidados

Roberta Marques

Autora, produtora, diretora, roteirista, fotógrafa e montadora, a cearense Roberta Marques é bacharel em Audiovisual pela Gerrit Rietveld Academie e tem mestrado em Artes Performáticas pela DAS Theatre, ambas em Amsterdã, na Holanda. Seu primeiro longa-metragem RÂNIA recebeu prêmios de Melhor Filme na seção Novos Rumos do Festival do Rio, Melhor Filme no Festival Internacional de Cinema Feminino, Prêmio BNB e de Melhor Atriz (Graziela Felix) no Cine Ceará. Em 2022 Roberta lançou o drama seriado integralmente filmado em Fortaleza, Meninas do Benfica, criado por ela e para o qual também assina roteiro, direção geral, direção de episódios e produção. A série foi desenvolvida e produzida com recursos das Chamadas Públicas ANCINE/FSA/ PRODAV 05/2013 e 01/2013.

Luciana Vieira

Atua como produtora, roteirista e diretora. É graduada em Cinema e Audiovisual pela Universidade Federal do Ceará e cursou Études Cinématographiques durante um ano na Université Lille 3 (França), com bolsa do programa Ciências sem Fronteiras. Foi co-roteirista e co-diretora das série “Meninas do Benfica”, co-diretora da série infanto juvenil “Lana & Carol” (Tv Futura), colaboradora de roteiro e co-diretora do telefilme “Guerra da Tapioca” (Globoplay) e está em pré-produção do sitcom “Se Avexe Não” (Edital das Tv’s Públicas), do qual é uma das criadoras. Além disso, foi bolsista do Laboratório de Cinema do Porto Iracema das Artes em 2015, onde desenvolveu o longa-metragem “Natan”, que circulou nos laboratórios de Roteiro Curitiba Lab, Sesc Novas Histórias e Brasil CineMundi. Neste último, o projeto foi premiado com um prêmio do Torino Film Lab. É também consultora de roteiros do Laboratório Cena 15 – Cinema do Porto Iracema das Artes desde 2018.

Larissa Goes

É atriz e cantora. Sua carreira perpassa experiências no teatro, no cinema e na TV, tendo participado de trabalhos como os espetáculos “Barracal” (de Andréia Pires), série “Meninas do Benfica” (de Roberta Marques e Luciana Vieira); longas “Fortaleza Hotel” (de Armando Praça), “Cabeça de Nêgo” (de Déo Cardoso), “A Praia do Fim do Mundo” (de Petrus Cariry); novela “Velho Chico” (dirigida por Luiz Fernando Carvalho); telefilme “Baião de dois” (de Alan Deberton). É graduanda em Licenciatura em Teatro na Universidade Federal do Ceará (UFC) e sua pesquisa é voltada para acessibilidade como prática social constante.

Maurício Macêdo

Maurício Macêdo é formado em Publicidade pela UFC e em Audiovisual pela Unifor. Trabalhou em produções dos diretores Karim Aïnouz, Marcelo Gomes, Armando Praça, Roberta Marques, Janaína Marques, Déo Cardoso, Halder Gomes, Rosemberg Cariry, Ivo Lopes Araújo, Petrus Cariry, Leonardo Mouramateus, entre outros. Entre 2010 e 2016 trabalhou em festivais como Cine Ceará e For Rainbow, foi produtor do Laboratório de Cinema da Escola Porto Iracema das Artes e do Núcleo Criativo da Inflamável, de Karim Aïnouz. Assinou a direção de produção das séries Cangaceiro do Futuro (Netflix) e Lana & Carol (TV Brasil/EBC), dos longas-metragens Bem-Vinda a Quixeramobim (2022), de Halder Gomes, Cabeça de Nêgo (2021), de Deo Cardoso e Se Arrependimento Matasse (2019), de Lilian Moema. Produziu os longas-metragens Greta (Panorama Berlim 2019) e Fortaleza Hotel (2022), de Armando Praça e a série Meninas do Benfica (Canal Brasil 2022), de Roberta Marques.

Sobre a Escola

A Porto Iracema das Artes é a escola de formação e criação do Governo do Ceará, instituição da Secretaria da Cultura (Secult) gerida pelo Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há oito anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

Serviço

O quê: Projeto Anatomia do filme discute série cearense “Meninas do Benfica” na Porto Iracema das Artes

Quando: 22 de março, terça-feira, às 19h

Onde: Auditório da Escola Porto Iracema das Artes (R. Dragão do Mar, 160 – Praia de Iracema)

Gratuito

Assessoria de Comunicação Porto Iracema das Artes | Texto: Gabriela Moraes (estagiária), com supervisão e edição de Marina Solon (jornalista) | Publicado em 17 de março de 2022