SEP85 e KL Jay conversam sobre o primeiro EP do grupo, “Do Dialeto ao dia Lento”, nesta quarta, 2 de junho

Foto: Té Pinheiro

O disco do SEP85 (Subconsciente em Pauta) foi produzido inteiramente no Laboratório de Música do Porto Iracema e será tema de live durante a Mostra de Artes da Escola. Conversa com o tutor acontece às 16h no Youtube

Com letras fortes, carregadas de críticas sociais e denúncias, o grupo SEP85 (Subconsciente em Pauta) conversa sobre o primeiro EP “Do Dialeto ao dia Lento” nesta quarta-feira, 2, ao lado do tutor da banda, KL Jay, produtor, compositor e DJ integrante dos Racionais MC’s. O encontro é totalmente online e integra a 8° edição da Mostra de Artes do Porto Iracema (MOPI). A live acontece às 16h com transmissão pelo Youtube da escola.

O grupo SEP 85 é formado pelos rappers BigLeo, que também é artista visual, Caio Plock e Zé Lucas (Catatau). A banda desenvolveu seu projeto “Do Dialeto ao dia Lento” com orientação de KL Jay durante a edição 2020-21 do Laboratório de Música do Porto Iracema das Artes, onde foi completamente produzido e finalizado. Ainda não há data certa para o lançamento do álbum, mas a previsão é que seja nos próximos meses.

BigLeo durante as Audições para o Laboratório de Música 2020. Foto: Té Pinheiro

Esse primeiro trabalho traduz as dificuldades de artistas que produzem sua arte no chamado “Pirulito” (Pirambú e Carlito Pamplona, periferia de Fortaleza). O Subconsciente em Pauta existe há três anos. Durante esse tempo, o trio já havia escrito letras suficientes para compor um álbum, faltando apenas a oportunidade para o lançamento, o que aconteceu no Porto Iracema: ”Tínhamos essa ideia de gravar e surgiu a oportunidade no Laboratório de Música. Lá tivemos um amparo de profissionalismo, qualidade técnica”, conta Zé Lucas (Catatau).

Zé Lucas (Catatau) também integra o SEP85. Foto: Té Pinheiro

Ainda conforme o artista, o disco questiona as realidades de crianças, adolescentes e jovens de periferias brasileiras que enfrentam, em alguns momentos, um contexto de violência, falta de acesso a direitos básicos, entre outros problemas. ”O disco é uma reciclagem da nossa realidade. Fala de cadeia, liberdade, educação, violência, paz”, arremata Zé Lucas.

O trabalho é bastante diverso, trazendo gêneros como trap, boombap e outras técnicas musicais. O título ”Do Dialeto ao dia Lento” é uma referência ao tempo, ”de juntar o novo com o velho”, complementa Catatau. Artistas como Sérgio Vaz, poeta e escritor, o político e ativista Carlos Marighella e até mesmo a Capoeira são algumas referências utilizadas pela banda.

Caio Plock durante as audições do Laboratório de Música 2020. Foto: Té Pinheiro

Ídolo que virou tutor 

KL Jay, um dos maiores nomes do rap brasileiro e integrante do Racionais MC’s, foi tutor do projeto e estará na live.

É claro que o grupo Racionais MC’s é uma grande inspiração para a banda. Ter o KL Jay como o tutor do EP foi, como conta BigLeo, uma grande surpresa. ”Demorou um pouco para a ficha cair, porque o KL Jay é uma referência nossa, um dos pais do Hip Hop nacional, construiu toda a história para estarmos aqui hoje”. Ter uma orientação de KL Jay logo no primeiro trabalho é gratificante, nas palavras do integrante da SEP85. ”É saber que as letras estão em boas mãos. Ele entende a visão que a gente quer passar. Ele faz jus ao nome que tem. Deu mais vida ao projeto”, conclui.

Sobre a Escola

O Porto Iracema das Artes é uma instituição da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sob gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há sete anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

SERVIÇO

O quê: SEP85 e KL Jay conversam sobre o primeiro EP do grupo, “Do Dialeto ao dia Lento”, nesta quarta, 2 de junho
Quando: 02 de junho, quarta-feira, às 16h
Onde: Canal do Youtube do Porto Iracema, gratuito e com acessibilidade em Libras

Equipe de Assessoria de Comunicação do Porto Iracema das Artes | Texto: Gabriela Feitosa | Supervisão: Raphaelle Batista | Publicado em 31/05/2021